PT, PSOL e PCdoB votam contra verba para FIES e ENEM

Silêncio na aparelhada UNE

A covardia dos partidos de extrema-esquerda não mais nos surpreende. Hoje, àqueles que quebraram o País e nos imergiram no caos econômico em que vivemos devido aos sucessivos gastos irresponsáveis, mais uma vez, colocaram-se contra os pagadores de impostos.

Deputados do PT, PcdoB e PSOL tentaram obstruir a liberação de R$ 1,10 bilhão para o MEC com destinação ao FIES e ao ENEM. Cerca de 1,5 milhão de estudantes dependem desse orçamento para renovar seus contratos. Como já era esperado, movimentos estudantis aparelhados, tais quais a UNE e a UBES, mantiveram o silêncio perante àqueles que os utilizam como massa de manobra.

Cai por terra o discurso dos inimigos da educação e que são contra medidas de responsabilidade fiscal e de melhor gestão do dinheiro do contribuinte, como a PEC 241. Querem apenas utilizar o Estado como cabide de empregos dos seus aliados. Ainda assim, tentam forçar uma greve geral nas universidades públicas em todo País em prol dos partidos políticos aos quais estão ligados.

O MRU continuará lutando pelos estudantes e contra o aparelhamento universitário.

Mantenha-se informado

Receba resumos semanais do que aconteceu no Reação Universitária diretamente no seu email

Ou nos acompanhe nas redes sociais