Manifesto de Criação

O MOVIMENTO REAÇÃO UNIVERSITÁRIA foi criado por estudantes da Universidade de Brasília que, cansados do monopólio comunista e revolucionário do movimento estudantil, se uniram para dar voz às ideias à direita do espectro político.

O protagonismo da esquerda sobre as ações culturais e políticos no campus combinado com a militância de partidos políticos que defendem os maiores regimes genocidas da história humana geram um ambiente sem liberdades e sem pluralismo.
A maioria dos alunos passa a ser vítima desses movimentos esquerdistas e toda a vida universitária fica submissa às ideologias e perseguições desses grupos, que, sem argumentos, só repetem palavras de ordem e xingamentos.

Outros grupos surgem para se opor aos comunistas, mas, por incompetência ou fraqueza, são pautados pela esquerda e passam a defender todos os valores culturais progressistas, tornando-se uma ferramenta indireta da atuação revolucionária.

Esta esquerda aplica novas estratégias para chegar ao mesmo objetivo de sempre: destruir os valores atemporais e a ordem, relativizar a realidade, calar os opositores e obter o poder total sobre toda a sociedade. A guerra de classes entre proletários e burgueses não saiu do papel, mas, ao invés de questionarem o pressuposto ideológico, a nova esquerda mudou a estratégia e criou novas divisões na sociedade, com a pregação do racismo e dos preconceitos mais odiosos.

O MOVIMENTO REAÇÃO UNIVERSITÁRIA surge para fazer oposição real à revolução e propagar valores de respeito à liberdades de expressão, de valorização da dignidade humana, de convívio pacífico e seguro na Universidade, de excelência acadêmica e de respeito à pluralidade de ideias.

Mascote, nome e slogan

A nossa REAÇÃO é em defesa de um ambiente acadêmico de excelência, que respeite a pluralidade de pessoas e ideias, que busque o diálogo como prática para a boa política estudantil e que, sobretudo, coloque os estudantes e os seus interesses em primeiro lugar.

A nossa REAÇÃO é contrária ao autoritarismo que há muito fora estabelecido pelas práticas do velho movimento estudantil que, imbuído de intolerância, se utiliza de agressões para invadir salas, formar piquetes e agredir colegas que pensam diferente.

Nesse sentido, surgimos para ecoar a voz dos estudantes universitários que, cansados do patrulhamento ideológico e da instrumentalização político-partidária das instituições de ensino, uniram-se em torno de um projeto ousado e inovador, distante das amarras dos autoritários e extremistas.

A escolha do lobo como símbolo e mascote deu-se em referência ao lobo-guará – um animal do cerrado, de hábitos livres, guardião dos seus semelhantes contra animais ferozes, perspicaz e que simbolicamente sintetiza a nossa luta pela valorização da dignidade da pessoa humana em busca da defesa daquilo que torna a UnB grandiosa: a opção pela Liberdade em detrimento do medo e do terrorismo agitador. Não há ambiente democrático e livre onde não há respeito e tolerância. Portanto, eis o porquê do nosso slogan: A Liberdade vencerá o medo!

Mantenha-se informado

Receba resumos semanais do que aconteceu no Reação Universitária diretamente no seu email

Ou nos acompanhe nas redes sociais